Flytour Logo

Entendendo os tipos de logística

tipos de logistica

Para a gestão adequada da empresa ocorrer, é preciso dominar os diversos assuntos e áreas em que a sua companhia atua. Sendo assim, alguns dos principais temas a se conhecer são os tipos de logística e os seus impactos na cadeia produtiva. 

 

Toda vez que se fala de logística, vem à mente as formas de distribuição de produtos, certo? Porém, essa atividade vai muito além. A logística tem papel fundamental no armazenamento e manuseio e, quando bem executada, traz retorno positivo para a empresa em diversos aspectos, incluindo o caixa.

 

São quatro os tipos de logística existentes e nós vamos abordar, ao longo deste texto, cada um deles detalhadamente. Para tanto, vamos explicar o seu conceito e como a companhia pode usar cada tipo para o perfeito funcionamento das suas atividades profissionais. Então, vem com a gente!

Os 4 tipos de logística

Antes de explicar os quatro tipos de logística que existem, é pertinente reforçar o entendimento de que, quando se trata de logística, não se fala unicamente na questão de transporte do material. Afinal, são diversas as operações que fazem parte dessa rede.

 

Assim, quando alguém tiver dúvida sobre o que é logística, vale explicar que é uma área que tem controle de diversas atividades nessa cadeia, como armazenamento, suprimento, empacotamento, monitoramento, transporte e muito mais. Lembrando que tais aspectos se aplicam a todos os segmentos de linhas de produção.

 

Em resumo, os tipos de logística e suas aplicações devem ser o ponto central da organização, pois são os responsáveis em fazer com que os serviços e/ou produtos sigam por todas as fases e cheguem nas mãos do cliente dentro do prazo e em perfeitas condições de uso. Veja, na sequência, quais são eles.

Logística de produção

A logística de produção possui amplo alcance na organização. Isso porque acompanha desde o início do processo, que é quando a matéria-prima é transformada no produto, até a distribuição dos itens fabricados. 

 

No rol dos tipos de logística, este é o que demanda bons estudos estratégicos. Afinal, é por meio do pleno domínio do mercado e dos concorrentes que são traçadas as linhas estratégicas de produção. Assim, é possível entregar artigos de alta qualidade e em menor tempo, além de se evitar despesas desnecessárias. 

Logística de distribuição

A logística de distribuição é o modelo que tem maior contato com o consumidor, já que é quem cuida do planejamento das entregas. Vale ressaltar que, aqui, também são consideradas as vendas on-line. 

 

Faz parte do escopo dessa forma de atuação a gestão da transportadora, a escolha das rotas, o monitoramento das mercadorias, a reposição dos produtos no depósito, o rastreamento das entregas e, até mesmo, a checagem para verificar a necessidade de mais motoristas nas entregas. 

 

Esse tipo de logística merece atenção especial porque é a partir dele que as mercadorias são levadas até os centros de distribuições ou PDVs, fazendo chegar até o consumidor final. Sendo assim, precisa ter perfeito desempenho para um feedback positivo do cliente. Caso contrário, toda a produção pode ficar comprometida.

Logística reversa

A logística reversa é a parte da linha de produção que se preocupa com a sustentabilidade e os seus impactos. Por isso, é responsável em criar mecanismos de reaproveitamento de material ou das matérias-primas. 

 

Reforçando o que é logística reversa, então: trata-se de um planejamento de retorno que se responsabiliza pela coleta dos materiais não utilizados, às vezes, criando pontos de troca e devolução. O mais relevante é que os itens devolvidos vão se tornar matéria-prima ou insumo para a produção de novos produtos.

Logística de suprimentos

Já a logística de suprimentos pode-se ser entendida como a responsável pela demanda e oferta, já que é a encarregada de ter os suprimentos necessários para a produção do artigo. Nesta etapa, é importante que sempre se busque meios de agilizar o processo e a redução dos custos operacionais.

Importância da logística de transporte

Agora que você já viu os principais tipos de logística para a cadeia de produção, fica a orientação da necessidade de se ter uma logística de transporte que seja compatível com a demanda do seu público, o acesso às suas mercadorias e o foco da instituição. 

 

Esse é um estudo e planejamento feito de forma individual e interna em cada organização, já que as linhas de atuação podem variar. Porém, alguns pontos podem ser considerados básicos para todas, como a questão do tempo, o combustível, o volume da mercadoria e a segurança da carga até a entrega. 

 

É com base nessa investigação minuciosa que a gestão vai decidir por quais tipos de transporte vão fazer a sua logística via terrestre, aérea ou, até mesmo, marítima. Lembrando que cada uma delas também passa por severas análises até chegar na rota ideal, suprindo a orientação interna da organização. 

 

Já que as diretrizes variam de empresa para empresa, a indicação é que essa equipe seja muito capacitada e tenha amplo conhecimento dos pontos de atuação da companhia e do público. No entanto, é crucial que ela esteja conectada com as novidades do mercado que possibilitem redução de custos e riscos. 

Expanda sua empresa com a Flytour

Agora que você viu a diferença dos tipos de logística e entendeu a importância da logística de transporte, conte com a gente para organizar seus eventos ou viagens corporativas. Afinal, a Flytour cuida do seu itinerário e da sua acomodação. E, o melhor, tudo com muito conforto e segurança e, claro, pelo menor preço do mercado! Viagem é com a Flytour!

Confira também