Flytour Logo

Confira as últimas tendências para viagens corporativas em 2024

Viagens Corporativas 2024.

Viagens corporativas: a modalidade cresceu mais de 53% nos últimos cinco anos e está diferente. Veja o que mudou.

Em reunião do Conselho de Turismo da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), realizada na última semana de fevereiro, o laboratório de inteligência do mercado de viagens, TRVL Lab, apresentou insights e tendências para viagens corporativas, em 2024.

Além de mostrar o crescimento do setor, os dados da pesquisa também indicam as últimas tendências de comportamento dos viajantes corporativos.

A conclusão é evidente: tudo mudou. Sendo assim, aqui está o que você precisa saber para acompanhar as novidades, otimizar processos e ter mais resultados com viagens corporativas de agora, adiante.

Sem mais delongas, veja as últimas tendências para viagens corporativas em 2024 a seguir.

Viagens Corporativas: 1. Viajantes querem autonomia e flexibilidade

As políticas de viagens estão mais focadas nas preferências do viajante corporativo. Segundo a pesquisa, para quem viaja, conveniência e conforto são os principais focos.

Isso significa mais autonomia, flexibilidade e personalização nas viagens, daqui para frente. No Brasil, isso fica mais fácil quando há liberdade na seleção de fornecedores, simplificando os processos necessários para fazer essas escolhas.

No entanto, o processo de pagamento e reembolso pode ser um dificultador, já que ainda carece de digitalização.

Viagens Corporativas: 2. Políticas de ESG são cada vez mais necessárias

Apesar de muitas empresas estarem considerando a sustentabilidade em processos internos, ou na cadeia de fornecedores, ainda não representam uma maioria, mas isso está mudando.

Afinal, os viajantes estão mais conscientes sobre o assunto e se atentam a ações individuais durante as viagens. Muitos dão preferência aos produtores locais entre outras práticas de sustentabilidade, o que já torna a conscientização uma realidade, não mais uma tendência.

Contudo, a pouca aceitação de cobranças adicionais por produtos e serviços sustentáveis sugere que o foco em ESG em 2024 é mais teórico do que prático.

Viagens Corporativas3. Tecnologia facilitadora

As tecnologias estão em todos os lugares e nas viagens corporativas, elas se tornam cada vez mais essenciais.

Entre ferramentas tecnológicas mais comuns para quem viaja a trabalho, estão o Google, as Online Booking Tools e o WhatsApp.

Entretanto, já estão sendo usadas ferramentas mais avançadas em níveis de tecnologia, como biometria, reconhecimento facial, assistentes de voz e IA, mesmo que de forma limitada. Ou seja, apontam mais uma tendência.

Ainda assim, quando o assunto é esse, os pedidos por melhorias vão em direção as informações em tempo real e métodos de pagamento mais ágeis e eficientes.

4. O futuro tende a repetir o passado – Viagens Corporativas

Os viajantes corporativos brasileiros valorizam reuniões presenciais e as consideram fundamentais para os negócios. O período pós pandemia, com alto volume de encontros remotos, só valorizou ainda mais as conexões presenciais.

Porém, as empresas perceberam que reuniões de menores dimensões, podem ser realizadas a distância e estão mais criteriosas em relação a autorização de viagens corporativas, com orçamentos ainda reduzidos.

Então, não é o fim dos encontros virtuais, porém os dados provam que o presencial tem seu valor e aos poucos voltou a ser prioridade.

5. De forma resumida, os novos perfis de viajantes corporativos em 2024 são:

· Viajante corporativo tipo: Homens e mulheres de 30 a 49 anos, classes B e C, preferem agilidade e facilidade, utilizando transporte aéreo e hospedagem econômica.

· Mulheres de negócios: Mulheres entre 30 e 39 anos, priorizam segurança, localização e preço na escolha da hospedagem, utilizando aplicativos de transporte e frequentando restaurantes locais.

· Jovens viajantes: Jovens de 18 a 29 anos, sensíveis a preço, preferem hospedagem econômica bem localizada e expressam a falta de espaços de reunião nos meios de hospedagem.

· Viajantes frequentes: Homens de 30 a 39 anos, realizam mais de 11 viagens por ano, preferem voos diretos e hospedagem econômica baseada em preço, segurança e conforto.

· Viajantes das grandes empresas: Homens de 30 a 49 anos, valorizam facilidade e segurança na reserva, preferindo transporte aéreo ou veículo da empresa e hospedagem econômica com boa localização.

Conclusão:

Muitas tendências do passado, como a evolução das OBTs, é uma realidade. De agora em diante, se você quer se manter por dentro das últimas tendências de viagens corporativas para 2024, tenha no radar debates sobre tecnologia, experiências presenciais, flexibilidade e sustentabilidade.

Essas são as principais pautas para continuar acompanhando, quando o assunto é viagens corporativas.

Independentemente do cenário, a Flytour oferece a melhor assistência em viagens corporativas da América Latina e pode te ajudar a chegar em lugares extraordinários. Veja tudo aqui no Blog da Flytour.

Confira também