Flytour Logo

Cartão corporativo: o que é, para que serve e como funciona?

mulher segurando o celular e o cartão corporativo para realizar compras

Seja para pagar um almoço com potenciais clientes ou para cobrir as despesas durante uma viagem de negócio, por exemplo, o objetivo de adotar o cartão corporativo nessas situações é contribuir para uma gestão e um controle de gastos mais otimizado, transparente e eficaz.  

Para saber para que serve o cartão corporativo e quais os tipos disponíveis, atualmente, no mercado, continue a leitura. Vamos apresentar as funcionalidades e os benefícios oferecidos por esse método de pagamento. Confira!

Conheça os tipos de pagamento corporativo 

Antes de chegar ao tema central deste texto  explicar o que é cartão corporativo e quais as suas vantagens para as empresas é importante citar que há três formas de realizar os pagamentos corporativos em viagens a negócio ou em compras corriqueiras para a empresa:

  • O funcionário arca com os gastos e, depois, com a apresentação de comprovantes, solicita o reembolso para a empresa;
  • O funcionário recebe um adiantamento em dinheiro ou cartão pré-pago;
  • O funcionário utiliza o cartão corporativo.

Cada empresa tem autonomia para avaliar e escolher a alternativa mais adequada às suas necessidades. Contudo, vale mencionar que o uso de cartões é a maneira mais eficiente de controlar e revisar os processos. A seguir, vamos explicar os motivos.  

Afinal, o que é um cartão corporativo e para que serve?

A explicação é muito simples. É um tipo de cartão de crédito ou débito destinado exclusivamente para suprir os gastos de uma empresa. Ele pode ser usado apenas por uma única pessoa ou por diversos colaboradores, conforme a política de viagem ou de despesas gerais de cada companhia.

Ou seja, esses cartões são utilizados por funcionários e sócios, previamente identificados, para melhor gestão e controle de gastos da empresa. A finalidade é, justamente, tornar a gestão financeira mais eficaz na compra ou no pagamento de:

  • Produtos, insumos ou reposição de estoque;
  • Serviços terceirizados;
  • Cafés, almoços ou jantares com clientes e fornecedores;
  • Gratificações e comissões;
  • Gastos corporativos em viagens: hospedagem, transporte, alimentação e outros.

Além de otimizar o controle financeiro e a gestão das viagens corporativas, o cartão contribui para evitar fraudes no processo de reembolso. Ao invés do colaborador receber e guardar todas as notas fiscais e entregá-las ao setor responsável, por exemplo, o cartão unifica, de forma simples e imediata, tudo em uma única fatura. 

Contudo, assim como outros cartões de crédito e débito, esse pode incluir taxa de anuidade, limite de compra e ter a modalidade nacional ou internacional. Essas informações podem ser observadas no momento da solicitação do benefício ao banco ou para as empresas que oferecem esse tipo de benefício.

Como funciona o cartão corporativo?

Para justificar como funciona o cartão corporativo, antes, é preciso mencionar que as empresas interessadas em obtê-lo devem abrir, vinculada ao CNPJ da empresa, uma conta Pessoa Jurídica,.

Caso já tenha uma conta aberta, basta contactar o banco ou as empresas que oferecem esse serviço e conhecer melhor funcionalidades e benefícios, limites, modalidades e taxas disponíveis para o negócio.

Referente à maneira como o cartão corporativo funciona, ele é muito similar aos cartões de crédito ou débito de pessoa física, por exemplo. A única diferença é que as compras serão faturadas diretamente para a empresa e não para o colaborador que as realizar, tornando todo o processo mais ágil e eficiente.

Tipos de cartão corporativo

Antes de optar por um cartão, é preciso conhecer os modelos de cartões disponíveis e entender em que situações poderão ser utilizados. Em geral, há dois tipos de cartão corporativo: o cartão pré-pago (débito) e o pós-pago (crédito).

No caso do pré-pago, a empresa administra os valores alocados para o cartão do colaborador, disponibilizando um saldo mais adequado conforme a necessidade de cada um. Despesas fixas do funcionário, por exemplo, podem ser previstas e depositadas diretamente no cartão.

Já o pós-pago funciona como um cartão de crédito corporativo. É definido um limite de gastos, de acordo com as normas internas da empresa, e, assim, o colaborador pode utilizá-lo. A fatura chega diretamente à empresa, que, em seguida, efetuará o devido pagamento. 

Diferença entre os cartões corporativo e empresarial

O que diferencia um cartão do outro é o volume de gastos e o faturamento da empresa. Dessa forma, o cartão corporativo é destinado à companhias com movimentação financeira elevada, pois dispõe de prazos mais flexíveis para pagamentos, mais benefícios e, até mesmo, diminuição de algumas taxas.

Já o cartão empresarial é voltado para os negócios de menor porte que, consequentemente, gastam menos. Com  isso, as vantagens impostas também são menores que as disponibilizadas para os cartões corporativos.

Vantagens do cartão corporativo ou empresarial

Resumidamente, os cartões corporativos ou empresariais, mesmo com algumas taxas embutidas, oferecem diferentes vantagens, facilitando e otimizando a gestão de gastos. Entre os principais benefícios em investir no uso desses cartões:

  • Centralização das contas;
  • Melhoria do planejamento e controle financeiro;
  • Simplifica as despesas em viagens a trabalho;
  • Conciliação contábil mais fácil.

Otimize a gestão de viagens da sua empresa com a Flytour

Com mais de 45 anos de experiência no mundo das viagens corporativas, a Flytour oferece soluções personalizadas e adaptáveis às necessidades de cada cliente. A sua plataforma de gerenciamento de viagens ajuda a tornar os processos mais simples, eficientes, dinâmicos e econômicos.

Entre as principais funcionalidades da plataforma está a gestão de orçamento e despesas, com análise de dados em tempo real. Converse com um dos nossos especialistas e saiba tudo sobre o assunto. A Flytour conta com uma equipe multidisciplinar e atenta às oportunidades de mercado. Esperamos por você!

Confira também